30 de março de 2010

NADA DE MAIS

10 comentários:

D* disse...

Fantástico. Conheço-te à 3 anos (e qualquer coisinha) e só agora é que descobri que gostas de joelhos... Mais vale tarde que nunca, certo?
Beijinhos*

J disse...

Há uma grande diferença entre quase ser e ser mesmo. E o resto ainda tou a escrever e não tem nada a haver com o prólogo, por isso, sê paciente e depois quando leres o resto, vamos ver se achas o mesmo.

J disse...

Sim, eu sei que ninguém disse o contrário.
És a pessoa mais paciente do mundo? Então não me deves conhecer.

J disse...

Então, pronto. Cada um que seja paciente á sua maneira.

J disse...

Podia perguntar-te o mesmo, já que devias tar a dormir.
E o que tem ter 40 anos? Também os vais ter, por isso não te queixes.
A história já tem uma parte escrita. Só falta públicá-la. Sê só mais um bocadinho paciente.

J disse...

Não és a única que tem problemas em adormecer. Então, com as insónias.
Sempre achei o João Pestana um bocado para o pedófilo, por isso não te admires se ele fizer algo que não deve.
Não são seca para quem está anda a aprender História da Cultura das Artes.
Então, bom para ti. Não sou eu que vou ficar com estrias nas coxas e na barriga.

(Ok, esta foi mázinha..)

J disse...

Fazem parte da vida, mas não significa que se goste delas.
Se achas uma seca, porque tens História de Artes?
Sim, eu sei que o pigmento da cor púrpura é caro por causa do modo de obtenção.

J disse...

Que é obrigatória, eu já sabia. Mas tens que fazer. Não dá para evitar. Ao menos, tenta com que seja prazeroso.
Se eu achasse uma seca a disciplina como tu, não fazia nada nem nunca mais passava da cepa torta.
E se a sociedade é como é hoje, é graças aos desenvolvimentos que os antigos fizeram nesse aspecto.
Claro que isto hoje é tudo uma merda, ou quase tudo, mas pelo menos não andamos num frenesim assassino como era nessas épocas. Ou se andamos, já não é num certo grau elevado.

J disse...

Se não tivesse dormido, era o mais provável isso acontecer. Enfim.
Até amanhã, noctívaga. Agora já publiquei a história, mas pronto. Lês amanhã.

Pedro disse...

Eu até te dava um pouco do meu amor, mas não és de cá para o conseguires sentir de perto. ^^

Adicionei sim. Dá-e um pêro!!! xD